29/02/2012

Atraída


Você sabia que a influência dele não era boa, ele era como uma droga para você, viciante. Você sabia que lhe fazia mal, muito mal, mas mesmo assim, queria mais, muito mais.

A explosão de sentimentos sentidos durante uma troca de olhares era de enlouquecer. Quando os dedos dele passavam pelo seu corpo, pareciam estar deixando um rastro de fogo sobre minha pele. Mas você sabia das intenções dele, que por sinal, não eram nada boas.

Se sentia atraída por ele, havia algo, que não sabia o que ou como, mas isso a atraía como um imã, mesmo contra sua própria vontade. Porém, não sabia realmente qual era a própria vontade.

A relação sempre havia sido conturbada e a única palavra que pudesse definir tal situação era: "Pressão". Tudo o que faziam era por impulso, no sentimento do momento. E a pergunta que não se calava: "Você nunca para pensar o quanto isso era tão cansativo, desgastante e  pesado? Não, com certeza não, você não havia para pensar, aliás, você não pensa.


4 comentários:

Thais (: disse... [Responder comentário]

Aaah, eu adoro os seus textos. Você escreve muito bem! *-*

Elisandra Fernandes disse... [Responder comentário]

aah como eu surtei nesse comentário, que linda *-*

Obrigada Thais ♥

Thais (: disse... [Responder comentário]

Ah que isso, falei apenas a verdade! Curto muito os textos e o blog tb *-*
Beijos :*

Elisandra Fernandes disse... [Responder comentário]

obrigada linda, nossa .. to emocionada *snif* ♥

Postar um comentário

Olá, você gostou desse post? Comente, é muito importante para nós da Equipe Just Now! ♥