18/03/2013

O cara certo



Eu já passei da fase que escreve em diários todas as noites, que manda bilhetinhos para as amigas durante a aula. Já passei da fase que ouve a mesma música fossa , sem nem saber o que é "amor". Não tenho mais idade para ficar sentada na calçada da rua de casa com as amigas depois de uma tarde de domingo, jogando vôlei. Já passei da fase que ainda acredita em príncipe encantado.

Não da fase que acredita que o cara certo existe.

Provavelmente ele está por aí, estudando matemática na sala ao lado da minha. Ou quem sabe ainda está perdido, escondido. Ou já foi encontrado e eu ainda não o descobri. Ele pode estar tão longe ou bem perto. Ele pode me abraçar todos os dias, ou ainda nem me conhece. Eu ainda não sei onde ele possa estar, mas também não vou procurá-lo.

Ele vai aparecer. Um dia.

Mas antes, vou quebrar a cara com vários "Príncipes encantados". Vou quebrar a cara com vários "eu te amo para sempre", que duram menos que meus cinco minutinhos de soneca. Eu ainda vou quebrar a cara com vários caras que são os certos, mas não para mim.

Vai ter um dia, que eu vou estar exausta de dar de cara na parede, um dia que eu vou desacreditar da existência do cara certo. Um dia que eu vou estar há um passo de desistir. Aí, sem motivo, de mansinho e do jeito certo ele vai aparecer. Vai ser diferente de todas as outras vezes que deu errado, vai ser especial. E vai dar certo. Um dia.

Ou quem sabe, ele já apareceu.


2 comentários:

Nati disse... [Responder comentário]

Existe o cara certo, mas temos que conseguir enxergá-lo quando estiver perto de nós, para não deixarmos escapar... Todo mundo tem a metade da laranja, sua alma gêmea, o seu príncipe. Não dá pra perder as esperanças. Beijos

Mundo de Nati
@meuamorpravoce

Elisandra Fernandes disse... [Responder comentário]

Exatamente Nati, muito linda sua reflexão!
Super beijo e obrigada ♥

Postar um comentário

Olá, você gostou desse post? Comente, é muito importante para nós da Equipe Just Now! ♥